Excelência a serviço da vida
Ligue: (27) 2233-0190
1 out 2015 | Por: Santiago Resgate

Outubro ROSA

O movimento conhecido com Outubro Rosa nasceu nos Estados Unidos, na década de 1990, para estimular a participação da população no controle do câncer de mama. A data é celebrada anualmente com o objetivo de promover a conscientização sobre a doença e compartilhar informações sobre o câncer de mama.

Sobre o Câncer de Mama

O câncer da mama, como outras neoplasias malígnas, é uma doença de origem celular que se caracteriza por uma multiplicação incontrolável de células anormais. À medida que essas células se dividem, desenvolvem maior agressividade para o organismo, pois novas células são geradas (sub-populações tumorais) e essas adquirem modificações genéticas com capacidade de disseminação para outros órgãos, podendo matar por invasão destrutiva órgãos normais, por ocupação do espaço funcional.
O que resulta desse processo desordenado de crescimento celular é uma produção em excesso dos tecidos do corpo (podendo ser processos inflamatórios, infecciosos ou mesmo o crescimento de células benígnas), formando um tumor.
Quanto mais rápido e precoce o diagnóstico, menor é a chance de comprometimento em outros órgãos (gânglios linfáticos, ossos, pulmão, medula, fígado, rins, intestino, dentre outros) e maior a possibilidade de cura da paciente.
Prevenção

Tudo começa em você mesma!
É importante a prática do auto-exame para conhecimento e percepção do corpo, e do exame clínico com profissional de saúde treinado e qualificado para melhor detecção;
Em mulheres com menos de 40 anos – proceder a exames clínicos da mama com o acompanhamento de
um ginecologista a cada três anos;
Para as mulheres com existência de fator de risco, o exame clínico e a mamografia são indicados anualmente a partir dos 35 anos de idade;
Mulheres com mais de 40 anos, sem o fator de risco – os exames devem ser feitos anualmente ou a critério
médico;
Mulheres entre 50 e 69 anos deve-se fazer uma mamografia pelo menos a cada dois anos;
Nas mamografias regulares é que se pode descobrir o câncer cedo inicialmente, de dois a cinco anos antes de o tumor ficar grande o bastante para senti-lo como um caroço;
Portanto, manter o peso corporal numa faixa saudável, pois o excesso de gordura no organismo da mulher gera acúmulos em lugares de difícil remoção, inclusive nas mamas, podendo gerar também outros males como, o sedentarismo, a hipertensão, a diabete;
Seguir uma dieta com baixo teor de gordura animal e pouca carne vermelha, mas dentro do possível, com grande quantidade de legumes, verduras e frutas;
Praticar exercícios físicos regularmente – manter o corpo em movimento seja numa aula de ginástica, musculação ou uma simples caminhada, além de saudável, evita uma série de outros problemas que o corpo com pouca mobilidade acolhe;
Não fumar- lembrando sempre que existe uma relação de vários outros tipos de câncer provenientes do hábito de fumar;
Limitar o uso de bebidas alcoólicas;
Procurar levar a vida numa boa, evitando o estresse que gera fadiga, ansiedade, insônia, náusea, irritabilidade;
Sempre que possível procure terapias alternativas com profissionais sérios e qualificados – massagens relaxantes, prática de meditação, yoga, acupuntura,  para melhor superar toda a dureza e a dificuldade do seu dia-à-dia.
Resgate o momento íntimo – para caminhar na praia, andar num jardim, ler aquele livro, ligar o som com a música que gosta, sentar no chão e ver o álbum de fotos, estar com amigos, escrever, etc.

Compartilhe Este Post